PDF grátis: “A arte da ficção”, de David Lodge

Estou montando uma biblioteca com livros sobre o fazer literário, tema que muito me interessa. Todos os livros são edições esgotadas e sem opção de compra, respeitamos os direitos autorais. Mais uma obra ótima para as pessoas que estudam ou trabalham na área de Letras: “A arte da ficção”, do escritor, professor, crítico e roteirista David Lodge (Londres, 28…

About these ads

Resenha de livro ruim: “Pedro”, Luiz Taques

Luiz Taques(Corumbá, Mato Grosso do Sul, 1958) é um jornalista e escritor que vive em Londrina (Paraná). Sua obra consta de dois livros de contos, um infantojuvenil e o último, “Pedro”(2013), romance. Eu não costumo aceitar livros de escritores desconhecidos (para mim), porque as experiências anteriores foram 99% negativas. A maioria nem cheguei a colocar…

PDF grátis da obra “Tempo e narração”, de Paul Ricoeur

A obra “Tempo e narração” do filósofo e antropólogo francês Paul Ricoeur (falecido em 2005) está esgotada na Espanha (e no Brasil?); por sorte, achei o PDF grátis (em espanhol). Corra e faça o download antes que desapareça! Obra importantíssima para o pessoal de Letras, pois trata da teoria da narrativa. Paul Ricoeur, além de…

Clube de leitura do Falando em Literatura

Buscando uma forma mais dinâmica e interativa com todos vocês, quero fazer uma proposta aos leitores do Falando em Literatura: um clube de leitura onde possam fazer parte de todo o processo leitura- resenha. Essa é uma forma também de aplicar autodisciplina, o Falando em Literatura vai te ajudar a transformar- se no leitor que…

O imigrante e a perda de identidade

Ser imigrante não é fácil. Você pensa o contrário? Então vou te contar um pouco. Você chega em outro país com idioma, costumes, tradições, clima, geografia, idiossincrasias que não são os seus. E vai ter se adaptar, ou isso, ou sofrer. Seus horários vão mudar, seus roteiros, sua alimentação, você vai estar sozinho. Nunca mais…

Resenha: “Meninos, eu conto”, de Antônio Torres

“Meninos, eu conto” está “classificado” como literatura infanto- juvenil, mas é adequado para todas as idades. E atenção, professores: altamente recomendado para ler na escola! Antônio Torres (Sátiro Dias, antigo Junco, Bahia, 13-09-1940)  é um mestre do romance, mas aventurou- se também pelo conto e saiu com essas três histórias: Segundo Nego de Roseno, Por um…

Resenha: “Seda”, Alessandro Baricco

Era 1861. Flaubert estava acabando Salammbô, a luz elétrica ainda era uma hipótese e Abraham Lincoln, do outro lado do oceano, estava combatendo em uma guerra que o final não veria. (p.25) Conhecendo um pouco da literatura italiana contemporânea. O italiano Alessandro Baricco (Turim, 25 de janeiro de 1958) é jornalista, crítico de música, dramaturgo e prosista. Baricco é…

Quem é a crítica literária no Brasil?

A pergunta não é “O que é a crítica literária?”, e sim, “Quem é a crítica literária no Brasil?”. Os críticos são citados normalmente sem o nome, eternos sujeitos indeterminados: “o autor foi aclamado pela crítica”, “o livro não agradou a crítica.” Mas, quem foi e quem é a Crítica Literária? Alguns autores andam reclamando…

Discurso de posse de Antônio Torres, novo membro da ABL

Eu sou fã do escritor baiano Antônio Torres, que tomou posse ontem na Academia Brasileira de Letras. Reproduzo abaixo a notícia na íntegra, que a Academia publicou no seu site, a foto é do O Globo Rio, com Geraldo Holanda Cavalcanti, Antônio Torres e Nélida Piñón: Romancista baiano Antônio Torres toma posse na Cadeira 23 da…

O absurdo da reprodução irresponsável

A Internet trouxe muitas coisas boas, como a comunicação entre pessoas do mundo todo, a facilidade de pesquisa e a informação em tempo real. Mas também proliferou informações incorretas e duvidosas de gente que não está preocupada em ir nas fontes, documentar- se e só então reproduzir na Internet. Eu já vi vários textos atribuídos a…

Vamos dar um rolezinho? ou “O dia seguinte”, de Moacyr Scliar

Fantástico conto de Moacyr Scliar (Porto Alegre, 23 de março de 1937 – Porto Alegre, 27 de fevereiro de 2011) que exemplifica bem a soberba da classe- média brasileira que não quer misturar-se com “os pobres”, quer manter seu “status” custe o que custar, até perder uma excelente empregada doméstica. Um texto que cai bem nessa época dos “rolezinhos“, leia, é curtinho: A televisão,…

O peru de Natal, Mário de Andrade

O Peru de Natal O nosso primeiro Natal de família, depois da morte de meu pai acontecida cinco meses antes, foi de conseqüências decisivas para a felicidade familiar. Nós sempre fôramos familiarmente felizes, nesse sentido muito abstrato da felicidade: gente honesta, sem crimes, lar sem brigas internas nem graves dificuldades econômicas. Mas, devido principalmente à…