Resenha: “Antes que eu morra”, de Luis Erlanger, por Luis Erlanger!

Uma curiosidade corrente em muitos leitores é saber o que pensa o escritor sobre o próprio livro. Essa resenha mata um pouquinho a nossa curiosidade, já que foi feita pelo próprio pai da obra! No nosso Clube de Leitura eu escolhi a obra de Luis Erlanger como uma das nossas opções para a próxima leitura ( corra…

Sobre estes anúncios

Clube de leitura, resenha 1: “Aqueles tempos”, de Edney Silvestre- por Teorema dos Sonhos

O nosso Clube de Leitura rendeu essa boa resenha crítica sobre o livro “Aqueles tempos- nos bastidores de Vidas Provisórias“, de Edney Silvestre, um livro curtinho, como se fosse uma reportagem. A resenha é do escritor do blog Teorema dos Sonhos, de Lotthar Vlozian: Nos bastidores de vidas provisórias de Edney Silvestre  Dois personagens saem…

Resenha: “O grito”, de Paulo Guerra

O sonho/ é uma conversa/ clara (“Regresso quente ao combate”, Paulo Guerra) Frio na barriga quando um autor desconhecido me envia um livro. Como já comentei outras vezes, 99% não são de qualidade. Não é o caso de “Grito”, do jovem poeta Paulo Guerra (Jacareí, São Paulo- 04/12/1992). Ufa! A vida é muito curta para perder…

Clube de Leitura: “Aqueles tempos”, de Edney Silvestre

Edney Silvestre é uma recente descoberta no meu mundo literário. Depois de ler “Vidas provisórias”, surgiu o interesse de conhecer toda a bibliografia do autor.  Edney Silvestre na Cidade das Artes (RJ), Facebook do autor, 11/01/2014 Vamos começar o nosso Clube de Leitura com “Aqueles tempos” que serve como introdução para “Vidas provisórias”, pois conta como…

Clube de leitura do Falando em Literatura

Buscando uma forma mais dinâmica e interativa com todos vocês, quero fazer uma proposta aos leitores do Falando em Literatura: um clube de leitura onde possam fazer parte de todo o processo leitura- resenha. Essa é uma forma também de aplicar autodisciplina, o Falando em Literatura vai te ajudar a transformar- se no leitor que…

191 anos da morte de Gonçalves Dias, poeta

 “Gonçalves Dias (Antônio G. D.), poeta, professor, crítico de história, etnólogo, nasceu em Caxias, MA, em 10 de agosto de 1823, e faleceu em naufrágio, no baixio dos Atins, MA, em 3 de novembro de 1864. É o patrono da Cadeira n. 15, por escolha do fundador Olavo Bilac. ” (Fonte: ABL) Amanhã completará 191…