Elogio de Paris, Victor Hugo

Viver em paz é, por acaso, tão absurdo? (p. 69) O salão da princesa Mathilde, de Giuseppe de Nittis, 1883. Victor Hugo (Besançon, 1802- Paris, 1885) era escritor de prosa e verso, dramaturgo, ensaísta, político, artista visual, ativista dos direitos humanos e escritor de destaque no Romantismo francês. O seu livro mais conhecido é “Os…

Sobre estes anúncios

O leitor de Julio Verne, Almudena Grandes

Este livro acabou de sair do forno, “O leitor de Julio Verne” ( original em espanhol: “El lector de Julio Verne”) tem algo muito especial: é uma história que acontece na terra dos meus sogros, na serra sul de Andaluzia, Fuensanta de Martos, em Jaén, Andaluzia. A obra é baseada em fatos reais. Almudena Grandes (Madri,…

Ler é contagioso

Da palavra latina liber, derivam as palavras livro e livre. Da palavra latina legere, derivam as palavras ler e escolher. Literatura é liberdade e escolha. “A leitora”, Frank Benson, 1910 Abaixo, vários vídeos de projetos de incentivo à leitura e outras histórias: “Ler é contagioso” (Argentina) em espanhol: Projeto de leitura que mistura artesanato e…

“Escrever”, Marguerite Duras

“Devia existir uma escritura do não escrito. Um dia existirá.” (p. 73) Nasceu Marguerite Donnadieu (Gia Dinh, Vietnã, 04/ 04/ 1914- Paris, 03/ 03/ 1995) e adotou o sobrenome Duras, por causa de uma vila na cidade Lot- et- Garrone na França, terra natal do seu pai. Não deve significar nada, mas é curiosa a data de nascimento…

Macunaíma, o herói sem nenhum caráter

Não vim no mundo para ser pedra. (Macunaíma, p. 208) Macunaíma, publicada pela primeira vez em 1928, é uma obra tão conhecida que mesmo sem ter lido nenhuma linha, a impressão que fica é que já conhecemos a história toda. Não façam isso, porque ler esse livro vai te surpreender, enriquecer e prometo que você…